DIA 27/11

8:30 – Abertura – Fábio Salvador – Diretor Técnico-Científico da Polícia Federal

9:00 – Palestra 1 – Bases biogeoquímicas de isótopos estáveis – Luiz Martinelli (USP) 

9:30 – Palestra 2 – Bases biogeoquímicas de isótopos radiogênicos – Roberto Ventura (UnB)

10:00 – Palestra 3 – Panorama da pesquisa em isótopos forenses no Brasil – Gabriela Nardoto (UnB)

10:30 – Coffee break

11:00 – Palestra 4 – Cenário atual do parque de instrumentação isotópica no Brasil – Celso Jardim

11:15 – Palestra 5 – Potencialidades de uso de isótopos estáveis em investigações policiais – Alexandre Saraiva (Polícia Federal)

11:30 – Mesa redonda/perguntas aos palestrantes da manhã

12:00 – Almoço

14:00 – Palestra 6 – Modelos isotópicos espaciais – João Paulo Sena-Souza – Unimontes

14:15 – Palestra 7 – Adulteração e fraude de alimentos – Vladimir Eliodoro – UNESP/Botucatu 

14:30 – Palestra 8 – Aplicação de isótopos de H, O, Sr e Pb à água subterrânea para estudo de recarga e contaminação – Veridiana Martins (USP)

14:45 – Palestra 9 – Pesquisa científica de madeiras amazônicas – Niro Higushi (INPA)

15:00 – Coffee break

15:30 – Palestra 10 – Análise Isotópica em Carbonatos – Anelize Bahniuk (UFPR) 

15:45 – Palestra 11 – Antropologia Forense – Murilo Quintão (Museu Nacional/UFRJ)

16:00 – Palestra 12 – Antropologia/Arqueologia – Cláudia Regina Plens (UNIFESP)

16:15 – Mesa redonda/perguntas aos palestrantes da tarde

17:00 – Encerramento

DIA 28/11

08:30 – Palestra 13 –  Pesquisa isotópica na Argentina – Luciano Valenzuela

09:00 – Palestra 14 – Aplicação de isótopos estáveis para águas subterrâneas Didier Gastmans (UNESP-Rio Claro)

09:15 – Palestra 15 – Monitoramento isotópico do Serviço Geológico do Brasil (CPRM)

09:30 –  Palestra 16 – Isótopos e Justiça: como tudo começou e para onde vamos – James Ehleringer – University of Utah/Isoforensics (teleconferência) 

10:00 – Painel de discussão 

10:30 – Coffee break

11:00 – Apresentação das propostas dos GT’s 

11:30 – Lançamento do site RENIF – Rede Brasileira de Isótopos Forenses

12:00 – Almoço

14:00 – Visita ao INC para palestrantes e convidados externos.

14:00 Grupos de trabalho (GT’s) – protocolos de coleta, armazenamento, preparação e remessa de amostras para análise

1. Vazios amostrais – alimentar os modelos isotópicos espaciais e os testes de procedência geográfica

2. Solos

3. Água superficial

4. Madeira – extração de celulose

5. Tecidos animais 

6. Tecidos humanos

7. Drogas sintéticas e naturais (integração com o PeQui)

PATROCÍNIO

LOGO.png
logo_apcf.png